Compartilha!

deka 12
Maria José (Deka) Brant, Analista de Políticas Públicas da Gerência de Proteção Social Básica da PBH e uma das fundadoras do GEAS

O GEAS – Grupo Virtual de Profissionais das Entidades Beneficentes de Educação e Assistência Social foi criado no dia 18 de maio de 2006, durante o seminário da Conferência dos Religiosos do Brasil, na Casa Santíssima Trindade, em Belo Horizonte/MG.
Estavam ali reunidos gestores e profissionais atuantes nas entidades beneficentes de Assistência Social e fomos divididos por categoria: administradores em um grupo, contadores em outro e assistentes sociais em outro. Do grupo de assistentes sociais, nasceu o GEAS: muitas pessoas, vários caminhos, uma história que continua…
A ideia surgiu da necessidade de se criar um espaço, mesmo que virtual, para nossa interlocução e articulação frente às complexas mudanças institucionais que vivem as entidades beneficentes de educação e assistência social.
O GEAS é um grupo de discussão e mobilização virtual formado basicamente por profissionais de Serviço Social vinculados a entidades, em sua maioria portadora da Certificação de Entidades Beneficentes de Assistência Social – CEBAS. Atualmente, o grupo possui em torno de 100 pessoas associadas, vindas de mais de 70 entidades, já extrapolando as fronteiras do território mineiro.
Da data de criação até hoje, mais de 6.250 mensagens foram partilhadas no grupo. O que percebemos é que o trabalho em rede, comunicativo e articulado nos deixa menos vulneráveis nesse “manicômio judiciário” vivenciado pelas entidades beneficentes.
Entre as grandes vantagens do grupo estão: a velocidade com que as informações circulam e a capacidade de mobilização para participação de ações de controle social junto a Conselhos Setoriais, Conferências e iniciativas de formação. Também realizamos encontros presenciais anuais.
Uma convicção que temos é que a ação conjunta, colaborativa e participativa é premissa fundamental para que possamos seguir fortes na missão nossa de cada dia, especialmente considerando a tensão permanente que está colocada na relação entre os órgãos governamentais e as entidades da sociedade civil.
Recentemente, ganhamos uma marca, que usa uma balança para simbolizar a justiça social e o fogo para representar o conhecimento dos profissionais, buscando o equilíbrio dinâmico entre a educação e a assistência social como uma forma de garantia de direitos.
Para participar do GEAS: é preciso fazer parte de uma entidade beneficente de educação e assistência social; ser indicado por um membro atual ou se inscrever pelo endereço: http://br.groups.yahoo.com/groups/geas2006


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑