13º ENATS – Prêmio ENATS de Boas Práticas de Gestão do 3º Setor

A 1a edição do Prêmio ENATS de Boas Práticas de Gestão do 3o Setor foi um sucesso e teve como objetivo reconhecer e divulgar organizações sem fins lucrativos que apresentem boas experiências de transparência.

O idealizador do prêmio, Thiago Alvim, ressalta que antes de falar em transparência é preciso falar sobre confiança. “Vivemos em uma sociedade em que a desconfiança impera e dá o tom das nossas relações. A sociedade não confia nos políticos e nos governos, as organizações públicas não confiam nas empresas e as empresas não confiam nas Organizações da Sociedade Civil. E são essas últimas que mais sofrem o efeito dessa rede de desconfiança”, afirma.

Se o Governo obtém seus recursos por meio de impostos e as empresas focam sua atuação para oferta de bons produtos a preços que potencializam sua margem de retorno, as Organizações da Sociedade Civil dependem em grande medida de parcerias e doações para realização de seus objetivos. “E confiança é peça-chave para que parcerias e doações aconteçam”, enfatiza Thiago.

O tema da Transparência surgiu como objeto do 1o Prêmio ENATS. O reconhecimento de boas práticas de transparência reforçou a imagem de quem já faz um bom trabalho na área e contribuiu para que mais organizações possam se inspirar e adotar esse tipo de prática.

A metodologia de avaliação foi claramente inspirada e adaptada do Painel Gife de Transparência que consiste basicamente em verificar a existência de informações disponíveis no site da organização. As informações que deveriam estar dispostas para consulta pública foram agrupadas em quatro dimensões: a) Informações de contato; b) Governança e Gestão; c) Planejamento, Programas e Atividades; e d) Informações Econômicas / Financeiras. Cada um dos itens recebeu pontuação que variou entre 1 e 5 pontos, somando um total de 28 pontos para os 10 itens previstos para avaliação. Confira os detalhes de cada uma das dimensões, indicadores e respectiva pontuação na tabela abaixo.

Embora esteja longe de ser considerado um guia definitivo de transparência para organizações do terceiro setor, o Prêmio ENATS chamou atenção para o tema da transparência. Quatro organizações alcançaram a nota máxima prevista, por cumprirem todos os critérios estabelecidos. A experiência de cada uma delas está retratada nesta edição.

Thiago Alvim ressalta que “a conversa sobre transparência não para por aqui. Nem o nosso desafio de mostrar o trabalho sério e indispensável que milhares de organizações da sociedade civil desempenham em todos os cantos desse país”, finaliza.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑